Categoria

Desafios

Categoria

EPIC TRAIL RUN AZORES – A Ilha Afortunada

O tapete verde estava estendido.

A ambição, os sonhos e as vontades permaneciam ali, cruas e “à flor da pele”, prontas para o desafio, nesta que foi uma prova verdadeiramente épica!

Açores, “Ilha dos Amores” e Reino da Atlântida perdida, a tua apetência pela conquista está registada nas memórias de sacerdotes, escritores, filósofos e viajantes. São tantas as histórias de aventureiros que passaram por ti, mas uma coisa é certa, nunca antes foste trilhada assim.

Um dia para recordar – De obeso a Ultramaratonista em quatro anos

Eu sei que vou repetir esta história várias vezes, mas como devem perceber é algo de que orgulho muito!

17 de Outubro de 2014 é um dia para recordar e celebrar durante toda a minha vida!

Hoje faz quatro anos que aventurei-me a correr. Tudo isto aconteceu durante a minha dieta de perda de 50kg (se não conheces a história podes ler aqui e aqui). Recordo-me do dia como se fosse hoje. Foi numa manhã fria de Outono, junto ao mar, na Avenida do Mar no Funchal, local onde muitos madeirenses/funchalenses fazem as suas corridas e jogging habitual.

MIUT – Uma história de amor

Minha querida e amada prova.

Eu nunca escrevi uma carta de amor. Mas tu mereces!

Foram meses a pensar, a sonhar incessantemente de forma louca e desenfreada nas linhas e caminhos que te definem e te tornaram uma das melhores. O desejo de explorar-te era grande e a vontade de trilhar as linhas sinuosas da silhueta do teu desnível era intensa.

‘Como tu não há igual’ – Trail do Porto Santo 2018

“Depois da tempestade vem a bonança”.

Doze anos depois regressei ao Porto Santo. Este regresso parecia estar agoirado pelo tempo tenebroso que era tão apregoado por ‘marujos de de água doce’, que temiam de uma espécie de ‘Adamastor’, que estaria à espreita entre a Ponta de São Lourenço e a tão conhecida e temida ‘Travessa’. A verdade é que o tempo era incerto. A chuva e o vento não davam tréguas, mas havia uma legião de destemidos aventureiros que acreditavam poder pisar uma ilha conhecida por “Dourada”, mas que estava pintada de verde esperança.

O vício das corridas
na tua caixa de e-mail

Subscreve e recebe todas as novidades do blogue.

Obrigado!

Algo está mal...