Categoria

Em prova

Categoria

Serra D’Arga tem história. Rica em tradições e costumes, por aqui vi aldeias genuínas onde os espigueiros e as “alminhas” mostram-nos a força e o querer de gentes que vive de uma serra rica em água, fauna e belezas que definem a grandeza desta região.

A história desta prova é contada através de vivências vorazes com vicissitudes que em vez de nos deitarem ao chão, nos tornaram mais forte. O vento e a chuva não arredavam pé, anunciando uma prova dura e agreste. “Casamento molhado, casamento abençoado”, é um ditado antigo que define a abundância e esperança das relações consumadas em dias de chuva. Aqui não havia casamentos legais, mais uma coisa era certa, ao compromisso e união com a serra era coisa certa.

Fazendo um resumo desta prova, choveu desde o tiro de partida até ao fim. Bem, pelos menos até a minha chegada.

Festa que é festa, tem de ser grande, bonita e cheia de convidados!

Este ano tive uma sorte daquelas. Quando comecei nestas andanças, ouvi falar de uma prova dura, fria e cheia de lama, lá para os lados de Coimbra. Oito anos depois da primeira edição de uma das provas mitícas do calendário nacional, tive a sorte de conhecer o Trilhos dos Abutres, em versão especial TWC – Trail World Championship.

O vício das corridas
na tua caixa de e-mail

Subscreve e recebe todas as novidades do blogue.

Obrigado!

Algo está mal...