Ultramaratonista Pecador

Eu, ultramaratonista, assumo que pequei!

Estive pensando em tudo! Tudo o que tenho feito, em todas as minhas atitudes, todos os meus pensamentos, e reconheço que, por vezes, esqueço de ver as fitas, e sigo pelos trilhos errados. Pequei tanto, que nem sei se começo a pedir perdão pelas inúmeras horas de fantásticos treinos ou se me redimo pelas selfies que tirei com amigos durante aquela prova espetacular que aconteceu no fim-de-semana passado.

7 razões para treinar nos trilhos com amigos

A maior parte dos meus treinos são feitos em modo solitário! Não é por mania nem por imposição. As rotinas do dia-a-dia não ajudam nem permitem combinar treinos regulares com amigos. As dificuldade são muitas, que vão muito além da coincidência de horários. Muitos dos meus camaradas de corridas têm filhos e ou profissões que impedem ter um horário de trabalho mais flexível. Somando todas estas condicionantes, a família tem um papel importante na escolha da melhor hora para ir correr nos trilhos!

Isto tudo é uma realidade, embora que existe sempre uma brecha que permite reunir os amigos para treinos bem animados e cheios de adrenalina e boa disposição.

Cada vez mais gosto de treinar com amigos! Aqui estão as sete grandes razões: 

O “rapaz” especial

Como sabem, eu não costumo utilizar o blogue para falar da minha rotina diária, seja ela profissional ou familiar. Não o faço porque acho que o intuito do blogue é simplesmente a vertente do desporto, saúde e bem-estar, entre outras histórias relacionadas. No entanto, existem pequenas histórias pessoais que devemos contar e dar a conhecer, não só pelo exemplo, mas também pelo valor emocional que elas têm…

Como será 2018…

2017 foi uma verdadeira “montanha de sensações”, com altos e baixos que definiram toda a altimetria de um ano espetacular, marcado pelo objectivo cumprido. Entre as desistências em várias provas, por causa de indisposições, e a “vitória” gloriosa que foi acabar uma Ultra, este ano traçou novos desejos e objectivos para os próximos tempos.

5 Provas para fazer em 2018 – As escolhas de Luís Fernandes

Há tanta prova boa por aí, o que torna muito difícil escolher uma. 

No próximo ano tenho o objectivo de fazer uma ou mais provas fora de portas. Na agenda já tenho o MIUT, mas tinha vontade de fazer uma prova num local desconhecido, aproveitando “juntar o útil ao agradável” e fazer umas férias no local da prova. 

O “cardápio” é grande, por isso é complicado escolher uma ou outra para a “lista dos desejos”.

Tendo em conta esta dificuldade, decidi lançar um desafio ao ultramaratonista e camarada dos trilhos, Luís Fernandes. Sendo um dos atletas que mais admiro na modalidade, pedi-lhe para escolher as suas 5 provas favoritas e a razão da sua escolha. 

O vício das corridas
na tua caixa de e-mail

Subscreve e recebe todas as novidades do blogue.

Obrigado!

Algo está mal...