Tag

saudável

Browsing

Corrida Bio – Plano Alimentar para o meu MIUT

Comer bio. Cada vez mais ouvimos familiares e amigos que estão mais conscientes de como comem e sobre aquilo que comem. Eu sou um daqueles que fala, promove e tenta praticar uma vida e alimentação saudável, adoptando uma vertente mais limpa e biológica. Há malta que já deve estar a pensar, “Este tem a mania. Outra vez com a conversa do saudável”.  Calma, não quero ser fundamentalista!

Receitas Runner – Caril de Legumes c/ Amaranto

Cá em casa, tal como em muitas outras, os fim-de-semana são aproveitados para descansar e sair da rotina diária. Para além de aproveitar os fim-de-semana para fazer de tudo um pouco, gostamos muito de meter as mãos na cozinha e preparar refeições completamente diferentes daquelas que comemos durante a semana. Sempre de uma forma saudável, por vezes tentamos recriar pratos de infância, que ficaram na memória, onde os sabores e os aromas são recordados com o conforto e carinho das nossas mães ou avós, que preparavam os nossos pratos preferidos como mais ninguém sabia fazer.

Receitas Runner – Batata Doce com Grão-de-Bico Crocante

Antes das provas existem uma série de procedimentos que faço religiosamente, não por superstição, mas sim como uma “obrigação” para que tudo corra dentro do que está planeado. Uma destas ‘regras’ é a fase de carga. Esta fase consiste no aumento da ingestão de hidratos de carbono de qualidade: banana, batata doce, aveia, vegetais e frutas frescas são um bom exemplo.

Receitas Runner – Maçãs Assadas Recheadas

Quando eu era criança não gostava do Outono. Esta época marcava o fim das férias, o regresso às aulas e dos dias mais curtos, que eram chatos e cinzentos. Quando os dias de chuva chegavam, os fim-de-semana eram passados dentro de casa ou em casa dos avós, que viviam no campo.

Nesses dias no campo, com sorte, e se o tempo permitisse, ia com o meu avô aos terrenos para apanhar a fruta típica da época. Eram nozes, castanhas e maçãs. Ainda me lembro do cheiro dos sacos recheados de maçãs, misturadas com as nozes, que chocalhavam conforme o ritmo do andamento que ditava o regresso a casa. Nesses dias, a minha avó, com boa mão para a cozinha e ‘professora’ do neto ‘à volta das panelas’, fazia maçãs assadas para comermos depois da sopa ou do caldo ‘do campo’, que eram servidos ao jantar. Enfim, boas recordações…

O vício das corridas
na tua caixa de e-mail

Subscreve e recebe todas as novidades do blogue.

Obrigado!

Algo está mal...